19 de Jun de 2018


IBC-Br confirma recuperação da economia brasileira

Em setembro, índice variou 2,0% na comparação interanual

Por: Carlos Cavalcanti
24/11/2017 às 16h09

O índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br), livre de influências sazonais, apresentou variação de 2,0% na comparação entre setembro deste ano e o mesmo mês de 2016. O resultado superou as variações em meses anteriores, tomando-se a mesma base de comparação, e sinaliza para um crescimento mais forte da economia.

Em relação ao mês de agosto, o IBC-Br dessazonalizado exibiu alta de 0,4%, o que levou o índice a acumular variação de 0,6% no ano. No confronto em doze meses, o indicador do Banco Central ainda apresenta queda (-0,4%), embora em intensidade menor do que aquelas verificadas para os meses antecedentes.

A despeito da instabilidade que ainda se observa no desempenho mensal da produção da indústria, vendas do varejo e volume de serviços – indicadores que compõem a metodologia do IBC-Br – é nítido que, à medida que a taxa de inflação foi cedendo e com ela os juros básicos da economia (Selic), trazendo os juros reais para patamares “mais civilizados”, o nível de atividade veio se recuperando.

Com base em premissas que fundamentam melhora gradual, porém contínua, do cenário econômico, projetamos crescimento de 0,7% para este ano e de 2,2% para 2018.



Economista com pós-graduação pela Unicamp. Foi responsável pela área de economia do CIESP (2005-2007) e assessor da Presidência da ABINEE entre 2007 e 2016. Atualmente dirige a assessoria de economia do Sindipeças e é colaborador do EH.

MAIS NOTÍCIAS

Mercado de trabalho deve gerar 450 mil empregos

Em função da melhora das atividades industriais e de serviços

Produção de veículos tende a crescer 13% em 2018

Devido à melhora de vendas domésticas e exportações

Por que o preço das ações da Petrobras está em alta?

Um dos motivos: tipo Brent já superou os US$ 75 / barril

Brasil – crédito ao consumidor caminha para um crescimento de 6% em 2018

Impulsionado por crédito pessoal e cartão de crédito